HISTÓRIA | UM ECLÉCTICO LOFT NOVA-IORQUINO


Foi numa velhinha e abandonada fábrica de vestuário que os actores canadenses, Paul Gross e Martha Burns, encontraram o seu ninho em Nova Iorque. Local onde ansiavam há muito por uma casa onde possam viver a vida a dois, visto que os seus filhos cresceram e já têm as suas vidas na faculdade.

Foi paixão à primeira vista, com dois mil e quatrocentos metros quadrados, tudo os fascinou. Desde o cheiro ao velho pavimento deteriorado pelo tempo e cheio de marcas das antigas máquinas de costura que ali habitavam. Foi necessária uma vasta remodelação, para o adaptar a um lar. Mas para o casal, não se podia perder toda a história que aquele espaço lhe contou quando lá entraram pela primeira vez. Trataram todo o pavimento, mas deixaram que as suas marcas do tempo ficassem, o tecto em lata também ficou, dando-lhe um ar industrial e distinto. Num local assim, não poderia faltar as paredes de tijolo à vista, as enormes janelas, elementos estruturais À vista e a decoração ecléctica que tanta personalidade dá a estes espaços. 

O quarto. É um espaço diferente, entre cortinas translucidas uma cama aparece e dá lugar a um sítio de dormida, em forma circular. Nem todos se adaptariam a um local assim, mas não é para todos.







| industrial | ecléctico | personalidade |

fonte: Nicety Deco


Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
COPYRIGHT © 2010-2017 MEU REBULIÇO BY CAROLINA SALEIRO