HISTÓRIA | COQUI COQUI



Viajar. Das actividades que mais adoro. Digo, em tom de brincadeira, que trabalho para viajar. Anseio por conhecer novas culturas e respirar todos os “ares” do mundo. Não o consigo fazer o quanto gostaria, por isso, sonho.

Assim sendo, venho cá partilhar com vocês um pouco do meu sonho. Hoje, apetecia-me relaxar, junto ao mar e apenas apreciar a envolvência. Por isso, fica aqui um hotel deslumbrante, ideal para sonhar acordado.

Perdido, algures, entre os mariachis e as margaritas. “Estamos” no México, mais propriamente na zona costeira de Tulum. Onde as ruinas Maias, com mais de oitocentos anos, ainda se impõe por todo os recantos.

Um conjunto de bangalós, em pedra calcária, se ergue sobre as águas cristalinas do mar do Caribe. Chama-se Coqui Coqui e, quase todo o hotel, foi criado com materiais da terra: madeira tropical, estuques naturais, as roupas de cama, as cerâmicas e até mesmo os envidraçados.

Aqui, não há televisões. Há charme, descanso e simplicidade. O proprietário sugere que o hospede “desligue” e acordo com o nascer do sol. 












| mar | simplicidade | tranquilidade |

fonte: Coqui Coqui e Lonny


 
COPYRIGHT © 2010-2017 MEU REBULIÇO BY CAROLINA SALEIRO