HISTÓRIA | UM SOTÃO PARA ELE


Cada vez mais, os homens têm uma palavra na decoração lá de casa. Quanto a mim, parece-me óptimo, porque a decoração é para que todos se sintam bem. O conforto, a identificação com o espaço e a funcionalidade é para toda a família. É possível ter uma casa harmoniosa, que inclua tudo o que a família precisa e gosta.

Esta não é uma casa de família, é para um casal ou para um solteiro. Tem quarenta metros quadrados, fica no último piso de um edifício centenário e é um espaço único, tudo está ligado. Apenas a casa de banho está isolada, mas não na totalidade.

É a casa do Álex, um jovem madrileno, que gosta de viver a cidade e precisava de um espaço onde pudesse ter intimidade, conforto e beleza. Porque um homem também precisa de um espaço bonito. Claro que tem de ser prático. Mas isso, até para mim. Hoje em dia, há assim tantas diferenças entre o que o homem e a mulher necessitam?!

Há diferenças, mas a praticidade, a funcionalidade e a fácil manutenção são unanimes. Toda a gente quer. Os pormenores podem-se combinar. Aqui há muitos pormenores associados ao sexo masculino, como a cor negra em vários elementos ou peças de mobiliário pesadas, mas eu também gosto. Se punha na minha casa?! Talvez não. Mas se o outro gostasse, viveria bem com elas. Talvez pusesse uma planta bem verde, para lhe dar o meu toque. E com a quantidade de luz que entra pelas janelas deste sótão, tudo se compatibiliza.

A harmonia é dada através dos “toques”.










| masculino | funcional | luz |

fonte: AD España
 
COPYRIGHT © 2010-2017 MEU REBULIÇO BY CAROLINA SALEIRO